quinta-feira, 20 de abril de 2017

O que rolou... Março/2017

Oi!

Março foi um mês tumultuado (e abril também está sendo), então só agora consegui fazer o post de retrospectiva. Mas olhando minhas anotações aqui, constato que foi um mês de ótimas leituras e séries/filmes. Vamos ver o que rolou?

Livros

Li só 3 livrinhos em março, mas valeram muito a pena.


- Novecentos (Alessandro Baricco): Segundo livro do Baricco que leio, segunda vez que me apaixono por sua escrita. Semana que vem deve rolar post sobre a obra e sua adaptação para as telas.
- O Adulto (Gillian Flynn): Mais um reencontro feliz (quer dizer, tenso e perturbador... hahaha). Terceiro livro da Gillian que leio, terceira vez que sou enganada por ela, e não vejo a hora de ser ludibriada pela autora novamente.
- A Teta Racional (Giovana Madalosso): Literatura nacional contemporânea de primeira. Foi o livro escolhido para o #LeiaMulheres – SP de março. Uma ótima discussão com a presença da autora (gente finíssima).

* Publicada a resenha [Do fundo do baú]: A mulher de preto (Susan Hill)
* Publicada a resenha [Do fundo do baú]: A invenção das asas (Sue Monk Kidd)
* Publicada a resenha: O buda no sótão (Julie Otsuka)

Filmes

Consegui assistir a 10 filmes em março. Um bom número, considerando o momento caótico de trabalho. Favorito dos favoritos: ‘Laços Sagrados’. Outros que ganharam meu coração: ‘Logan’, ‘À beira-mar’ e ‘A lenda do pianista do mar’.


- X-Men - Apocalipse: Que filme ruim, senhor! Esta saga das origens dos X-Men estava indo tão bem...
- A Família Adams: Estava mudando de canal e peguei o filme começando, na Band. Como assim Wandinha Adams não chama Wandinha? Minha infância ruiu... hahaha
- Logan: Depois de dois filmes-solo bem mais ou menos, finalmente Wolverine ganhou uma história decente. Violenta e doce na medida.
- A Condessa: Uma das personagens reais mais incríveis. O filme, achei mediano, mas vale a pena mesmo assim. [#vejamaismulheres]
- Copacabana: Começou bem ao colocar idosos em praticamente todos os papéis, mas daí escorregou e virou um programa humorístico com piadinhas infames. [#vejamaismulheres]
- Miss Julie: Visualmente lindo, mas um tanto cansativo. É muito difícil eu realmente gostar de adaptações de peças que mantêm o tom teatral. [#vejamaismulheres]
- À Beira-Mar: Muita gente reclamando do filme no Filmow, mas decidi dar uma chance. Adorei o retrato de um relacionamento em frangalhos que Jolie comandou muito bem. [#vejamaismulheres]
- Laços Sagrados: Esse eu vi para a aula de História do Cinema (o módulo de março era sobre Cinema Israelense). Incrível é pouco para esse filme que trata de dogmas e como eles arruínam a vida das pessoas desde sempre.
- A Lenda do Pianista do Mar: Tão bonito quanto o livro do Baricco. Só peca por enfiar uma tentativa de romance onde não precisava.
- Star Wars – Rogue One: Mantendo a tradição de intercalar um filme ótimo com um mediano, aqui está um exemplar dessa segunda categoria.

* Publicado o post [Do fundo do baú] sobre o filme: A mulher de preto

Séries

Publiquei o post sobre a primeira temporada de ‘Sneaky Pete’ (falta muito para a série voltar?) e devorei a primeira temporada de ‘Z – The Beginning of Everything’, sobre Zelda Fitzgerald e seu marido detestável (a resenha deve sair semana que vem). Ah... comecei a rever ‘Twin Peaks’ (amor eterno – ansiosa e temerosa pela terceira temporada).

* Publicado o post sobre 'Big Little Lies' (a minissérie da HBO)

E vocês, o que aprontaram em março?

Beijo!

Nenhum comentário: