sábado, 7 de outubro de 2017

Veja Mais Mulheres: Filmes #33-37

Olás!

O post temático de hoje para o projeto #vejamaismulheres é, sem dúvida, um dos mais complicados que já escrevi. Explico: não sou fã de comédias. Poucos filmes desse gênero me fazem rir de verdade e sou dos extremos: ou dou risada de pastelão (gente caindo, torta na cara e outras coisas ingênuas típicas do cinema mudo), ou rio de coisas absurdamente toscas de filmes que não se envergonham de assumir a tosquice (vocês já devem ter percebido minha predileção por filmes trash de tubarões... rs). Enfim, respirei fundo e conferi 5 comédias dirigidas por mulheres com foco em um grupo de amigas. Vejam no que deu!

quinta-feira, 5 de outubro de 2017

O que rolou... Setembro/2017

Ois!

Setembro já acabou. Passou rápido, mas pelo menos foi produtivo (e menos insano) e me trouxe leituras e filmes excelentes. Sem mais delongas, vamos ver o que rolou.

Livros

Li livros em setembro e todos foram absolutamente incríveis!


quarta-feira, 4 de outubro de 2017

Chegou em Casa - Setembro/2017

Olás!

Setembro foi mais um daqueles meses que quase não comprei nada... até o escorregão nos últimos dias. Paciência. Mas não tinha como entrar na Livraria Cultura, ver esses DVDs de filmes que adoro em promoção e não comprar. E ainda encontrar o CD novo do Deftones (acho que sou uma das últimas pessoas do mundo a comprar CD) e não trazer para casa. Todos itens essenciais para minha sobrevivência... rs.

sexta-feira, 22 de setembro de 2017

Resenha: Um Amor Incômodo


É o dia de seu aniversário e Delia aguarda a chegada da mãe. Estranhamente, o dia chega ao fim e nem sinal dela. À noite, sua mãe, Amalia, faz três ligações breves para ela – nas três parece alterada, diz coisas sem sentido e as chamadas se encerram abruptamente. No entanto, uma coisa é certa: aquilo não era normal. Preocupada, Delia informa a polícia e então o corpo de sua mãe é encontrado no mar. Um detalhe peculiar chama a atenção: ela vestia apenas um sutiã de uma marca cara que nunca usara na vida. Voltando a contragosto a Nápoles, sua cidade natal, para o enterro da mãe, Delia refaz caminhos que não lhe trazem lembranças agradáveis e consegue, depois de anos, entender acontecimentos de sua infância e como eles afetaram sua relação com a mãe.

terça-feira, 19 de setembro de 2017

Veja Mais Mulheres: Filmes #28-32


Em maio deste ano fiz um post temático para o #vejamaismulheres com filmes de cinco diretoras do leste europeu, apresentando produções da Romênia, Sérvia, Bulgária, Bósnia e Croácia. Gostei tanto que planejei fazer uma segunda postagem sobre o mesmo tema, abordando trabalhos de cineastas de países que não haviam entrado na primeira seleção. Acabei não conseguindo fazer na sequência, mas eis que finalmente assisti ao último que faltava para completar os cinco deste post. Desta vez, separei filmes da Hungria, Eslováquia, Rússia, Lituânia e Ucrânia.

sábado, 16 de setembro de 2017

Resenha: Vulgo, Grace


Em 1843, no Canadá, Grace Marks foi presa aos dezesseis anos, acusada de ter assassinado seu patrão e a governanta com a ajuda de James McDermott, outro empregado da casa. Em um julgamento apressado e embasado em provas circunstanciais e testemunhos nem sempre confiáveis, McDermott foi condenado à morte na forca e assim executado; Grace, devido à pouca idade e à influência de algumas pessoas que acreditavam em sua inocência, teve sua pena comutada em prisão perpétua. Em seu depoimento, ela alegou não se lembrar do que havia acontecido em algumas ocasiões em que desmaiou e ficou desacordada durante horas. Teria ela mentido descaradamente para se proteger ou será que havia mesmo esquecido alguns eventos? Será que não havia participado do crime, que teria sido forçada por McDermott a matar ou que assassinara os dois por livre e espontânea vontade? Seria Grace louca ou uma criminosa fria e cruel?

quinta-feira, 14 de setembro de 2017

E o tema é... Filmes Sul-Coreanos


Adoro fazer posts temáticos, principalmente de filmes. Desde julho não rola um ‘E o tema é...’ por aqui, então vou aproveitar que estou com tempo e que assisti a alguns filminhos sul-coreanos nos últimos dias e vou fazer uma postagem especial. Quem já está familiarizado com o estilo, se joga que é diversão na certa. Quem não conhece, vale a pena dar uma conferida.